Time do Oeste abraça autistas na Arena Barueri — Revista Autismo
Integrantes do aMais, na Arena Barueri.

O time de futebol Oeste Barueri, no dia 8 de junho, em parceria com a aMAIS, um grupo de apoio a pais de autistas de São Paulo, coordenado pela mãe Tatiana Ksenhuk. A meta é transformar a arquibancada da Arena Barueri em ponto de encontro para famílias de autistas e pessoas com deficiência. Outra ação como essa foi feita também no dia 27 de julho, em conjunto com o GMFE (Grupo de Mães e Familiares de Especiais), capitaneado por Márcia Bueno.

Segundo Alex Caús, diretor de marketing do Oeste e também pai de um garoto com autismo, a ideia surgiu em conversas com Francisco Paiva Jr., editor da Revista Autismo.

Como muitas pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) têm aversão a ambientes com muito barulho e aglomeração de pessoas, o intuito foi criar uma boa frequência na arquibancada para, posteriormente, conquistar apoio e criar uma atmosfera mais confortável e reservada esses torcedores.

Normalmente, as famílias de crianças autistas e jovens especiais são muito caseiras, reféns das limitações físicas e comportamentais dos seus filhos e filhas.

É com muita sensibilidade a esse público que o Oeste Barueri, o Alex, o Paiva, a Tatiana e a Márcia trabalham para proporcionar às famílias uma experiência de pertencimento, muita mais que uma simples inclusão.

Time do Oeste abraça autistas na Arena Barueri — Revista Autismo
Integrantes do aMais, na Arena Barueri.
Time do Oeste abraça autistas na Arena Barueri — Revista Autismo
GMFE (Grupo de Mães e Familiares de Especiais) no jogo do Oeste Barueri.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*