O podcast Introvertendo, produzido por autistas e dedicado a discutir autismo, lançou o seu 136º episódio nesta sexta-feira (7). Chamado “Autistas na Psicologia”, o episódio traz as participações da psicóloga Kmylla Borges e do estudante de psicologia Lucas Pontes, ambos autistas e produtores de conteúdo sobre autismo na internet.

Entre as discussões comandadas pelos podcasters Tiago Abreu e Otávio Crosara, foi o acesso aos serviços de saúde no Brasil por autistas. Sobre isso, Lucas defendeu que as mudanças positivas tem sido lentas. “Eu acho que o tratamento psicológico aqui no Brasil ainda é muito elitizado. Os profissionais estão sempre falando sobre a importância de um tratamento precoce ou de um tratamento na vida adulta e contínuo. Só que são poucos aqueles que têm capacidade financeira para arcar com os custos de um tratamento”, afirmou.

Kmylla, por sua vez, também opinou sobre o fenômeno. “Infelizmente, por diversos motivos, a gente tem que ir no profissional que tem, por conta do plano de saúde, ou pelo preço, ou algum outro motivo. E nem sempre a gente tem o privilégio de ter contato com um profissional específico de nossa escolha. E aí a gente vai estar de cara com profissionais que falam coisas absurdas do tipo: ‘Se você olha nos olhos, então você não é autista’.”, lamentou.

Durante a conversa, Lucas e Kmylla também traçaram reflexões sobre o Setembro Amarelo, suicídio entre autistas, abordagens dentro da psicologia. Além disso, os dois também compartilharam o desejo de utilizar os conhecimentos adquiridos com a profissão para ajudar outros autistas.

O episódio está disponível para audição em diferentes plataformas, como o Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts, e CastBox, ou no player abaixo. O Introvertendo também possui transcrição de seus episódios e uma ferramenta em Libras, acessível para pessoas com deficiência auditiva.