Escritora autista e arteeducadora debatem o papel da arte em novo livro — Revista Autismo

O papel transformador da arte e sua atuação no cotidiano dos autistas é tema do livro “Expressão Criadora”, que será lançado pelo portal “O Mundo Autista”, no dia 4.dez.2020, às 19h00, por meio de uma live no Instagram @mundo.autista. Antes disso, em novembro, a obra terá pré-lançamento ao vivo na edição online deste ano do Congresso Científico Internacional Brain Connection.  

Com abordagens relacionadas ao universo da educação humana, seja formal ou informal, “Expressão Criadora” focaliza a importância da memória afetiva, da ludicidade, do estímulo ao pensar criativo e à percepção dos fenômenos e circunstâncias da vida. Numa perspectiva humanista, o livro aponta para a construção de identidades saudáveis, pessoas felizes e a revitalização dos processos socioeducativos.

A obra é assinada pela jornalista e mestranda em Comunicação Social Sophia Silva de Mendonça, que é autista e autora de outros seis livros, e a arteterapeuta e arteeducadora, mestre em Educação, Raquel Romano. O livro tem prefácio de Mônica Rahme, professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e ilustrações da própria Raquel. As autoras também são apresentadoras do programa “De Brincadeira”, que vai ao ar às quartas-feiras no canal do YouTube “Mundo Autista”, onde destacam a importância do lúdico e do brincar para todas as faixas etárias.

O livro é baseado nas reflexões geradas durante o processo de acompanhamento de Sophia por Raquel, que se iniciou quando a jornalista e escritora de 23 anos estava concluindo o Ensino Médio e enfrentava fortes crises de depressão e fobia social. “Tenho enorme gratidão pela Raquel. O trabalho com ela foi crucial para me dar maior segurança e espontaneidade”, confessa Sophia. 

Temas diversos são abordados na publicação, como a comunicação não-violenta, a transmissão intergeracional, os jogos teatrais e a tangência entre arte terapia e arte educação. “Acredito que os assuntos que abordamos no livro são universais, mas é especialmente legal ver como eles se aplicam no dia a dia das pessoas autistas, que têm vivências especialmente singulares”, comenta Sophia Mendonça. “Sabemos que autistas tem sentimentos e potencialidades, mas muitas vezes enfrentam dificuldades em expressá-los. Os recursos que o livro apresenta são simples, mas muito profundos e potentes para fazer com que tudo isso venha à tona”.

Entrevista

Veja, a seguir, a entrevista de Sophia ao jornalista Eduardo Costa, no programa “Chamada Geral”, da Rádio Itatiaia, sobre o livro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

*