Pesquisa nos EUA indica número alto de autistas: 1 em 45 PDF Imprimir E-mail
Artigos e Notícias - Notícias
Escrito por Paiva Junior   
Ter, 17 de Novembro de 2015 09:39
Share

CDC-relatorio

Por Paiva Junior
editor-chefe da Revista Autismo 

Uma pesquisa feita com pais nos Estados Unidos indicou mais um número alarmante sobre o autismo: 1 em 45 — entre pessoas de 3 a 17 anos, haveria um autista a cada 45, o que representa uma prevalência de 2,22% naquele país. A pesquisa, feita pelo CDC (Center of Diseases Control and Prevention), do governo estadunidense — órgão próximo do que representa, no Brasil, o Ministério da Saúde —, foi publicada no Relatório Estatístico de Saúde Nacional, com dados de 2014, divulgado no último dia 13 de novembro de 2015. O número oficial, porém, continua sendo 1 em 68 (1,47%), do outro estudo do mesmo CDC, divulgado em março de 2014.

 

Não se deve comparar esse número (1 em 45) com o anterior (1 em 68), pois são metodologias completamente diferentes. A pesquisa divulgada agora é um formulário preenchido pelos pais e não envolve o rigor da pesquisa oficial de prevalência que envolve registros médicos e escolares — aliás, a idade é outra grande diferença: a pesquisa anterior refere-se a crianças com 8 anos de idade; a atual trata de pessoas de 3 a 17 anos. Por outro lado, ela abrange também pessoas que possam não estar sendo tratadas ou frequentando educação especial e, portanto, não identificadas oficalmente como pessoas com TEA (Transtorno do Espectro do Autismo — nome oficial da síndrome).

 

Comparando-se apenas as pesquisas de formulários com pais nos Estados Unidos, há também um aumento — de 1 em 80 na pesquisa anterior, com dados de 2011 a 2013, para 1 em 45 em 2014 —, porém é preciso levar-se em conta que o formulário de perguntas sofreu uma alteração em 2014. As questões de autismo agora estão mais abrangentes quanto ao atraso do desenvolvimento e mais específicas para o autismo. No gráfico abaixo é nítida a "migração" dos números de casos de Outro Atrasos no Desenvolvimento (Other Developmental Delay) para Autismo (Autism Spectrum Disorder).

survey_prevalence_bars

 

1 em 38

 

Vale lembrar, que um estudo de triagem feito na Coréia do Sul indicou o assustador número de 1 em 38 para a prevalência de autismo naquele país. Um estudo semelhante está sendo feito nos Estados Unidos e os resultados devem ser divulgados em 2016.

 

 

 

 

MATERIAL EXTRA

>> Baixe o relatório original (em inglês) do CDC com dados de 2014 — arquivo PDF

 

>> Relatório anterior do CDC, com dados de 2010 — arquivo PDF

 

>>

Pesquisa nos EUA indica número alto de autistas: 1 em 45
© Permitida a reprodução deste conteúdo sem necessidade de prévia autorização, desde que citando-se claramente o autor e a fonte: Revista Autismo, com link para esta página.